AFP PHOTO/NICHOLAS KAMM
AFP PHOTO/NICHOLAS KAMM

Ministro alemão não espera solução para Grécia em encontro na Letônia

O ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble, disse que não espera uma solução para o impasse sobre a ajuda à Grécia na próxima semana, quando ministros de finanças da zona do euro se reúnem em Riga, na Letônia. "Não parece que haverá uma solução em Riga. Está claro que a situação se deteriorou e está difícil para a Grécia", disse Schauble em entrevista durante a reunião de Primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington.

AE, Estadão Conteúdo

18 de abril de 2015 | 18h38

A Grécia está em negociações com o FMI e autoridades da União Europeia para receber a última parcela de ajuda no valor de US$ 7,8 bilhões. No entanto, os credores exigem que o país faça reformas em sua economia antes de liberar o dinheiro. O país precisa dos recursos para evitar um calote de suas dívidas nos próximos meses e sua possível exclusão da zona do euro.

Os credores internacionais da Grécia - Comissão Europeia, Banco central Europeu e Fundo Monetário Internacional - devem divulgar um relatório antes do encontro de Riga, mas o documento não deve servir como base para discussões mais aprofundadas dos ministros de finanças, disse Schauble.

Segundo ele, o ônus de realizar reformas em troca de recursos ainda é da Grécia, considerando-se o acordo de 20 de fevereiro que prorrogou a ajuda em quatro meses. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
GréciacriseAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.