Ministro cobra explicação de usineiros para aumento do álcool

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, convocou os usineiros para uma reunião na quinta-feira para saber do setor porque os preços do álcool são superiores a 60% do preço da gasolina. "Queremos saber o que está acontecendo e ver o que é possível fazer para evitar essa alta exagerada dos preços do álcool hidratado", afirmou.Rodrigues disse que quando o governo autorizou a redução da mistura de álcool anidro na gasolina de 25% para 20% ficou acertado com o setor que o limite dos preços do álcool seria de 60% do preço da gasolina. A redução do porcentual entrou em vigor em 1º de fevereiro.A decisão de reduzir o porcentual foi tomada após aceitação do Conselho Interministerial do Açúcar e Álcool (Cima) composto pelos ministérios da Agricultura, Fazenda, Minas e Energia e Desenvolvimento. "Eu espero que esse acordo seja cumprido", disse o ministro.Segundo ele, nos últimos dias, houve um aumento expressivo nos preços do álcool nas bombas de gasolina, o que preocupa o governo. "Não faz parte dos planos do governo um aumento de inflação por causa do aumento exagerado do preço do álcool", afirmou Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.