EFE
EFE

Ministro da Agricultura do Japão renuncia após escândalo financeiro

Caso envolvendo captação de recursos levou Koya Nishikawa a deixar o cargo, sendo substituído pelo antecessor que era ministro até setembro passado

O Estado de S. Paulo

23 Fevereiro 2015 | 10h46

TÓQUIO - O ministro da Agricultura do Japão, Koya Nishikawa, pediu demissão nesta segunda-feira, 23, após um escândalo envolvendo captação de recursos poucos meses após ser nomeado para o cargo. 

O primeiro-ministro, Shinzo Abe, havia indicado Nishikawa, na expectativa de que fossem realizadas reformas no setor agrícola do país.

No mês que vem, o Partido Liberal Democrata de Abe deve apresentar uma lei ao parlamento, reduzindo drasticamente o poder político de pequenas cooperativas agrícolas, abrindo caminho para uma reforma mais ampla do setor. 

Em entrevista, Abe afirmou que Nishikawa será substituído por Yoshimasa Hayashi, que ocupava o cargo de ministro da Agricultura até setembro, quando Nishikawa foi nomeado. 

Abe enfatizou que a mudança não altera os planos para as reformas. (Dow Jones Newswires).

Mais conteúdo sobre:
Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.