Ministro da Economia do Peru deve deixar cargo na 2a-feira

O ministro da Economia do Peru, LuisCarranza, renunciará formalmente na segunda-feira e opresidente do país, Alan García, vai nomear um economista deboas relações com o mercado como seu sucessor, disse umassessor presidencial neste domingo. Carranza tem conduzido a economia por quase dois anos e évisto com bons olhos por investidores, que elogiaram seudesempenho no boom econômico do Peru. Assessores do gabinetepresidencial anteciparam no início do mês que Carranza estariaconversando sobre sua saída do ministério para retornar,aparentemente, ao setor privado. García deve nomear Luis Valdivieso, que atua no FundoMonetário Internacional (FMI), como novo ministro da Economiado Peru, disse o assessor. Valdivieso também é bem visto entre bancos deinvestimentos, mas alguns líderes trabalhistas afirmaram quenão apóiam a escolha caso ele continue as políticas deixadaspor Carranza, as quais não ajudaram o bastante a reduzir a taxapobreza no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.