Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministro destaca renovação da RGR para setor elétrico

O ministro das Minas e Energia, Marcio Zimmerman, considerou importante e necessária a prorrogação da Reserva Global de Reversão (RGR) até 2035, conforme determinação na Medida Provisória 517, publicada hoje no Diário Oficial da União. "Eu acho que se você pensar em Brasil, as características do Brasil e as características do setor elétrico, este é um fundo muito importante. É um fundo que ajuda a fazer investimentos e ajuda a universalizar, levar energia para todos, ajuda a eficiência energética, ajuda o desenvolvimento de fontes energéticas. Ele tem um papel muito amplo e isso é importante", disse Zimmerman.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

31 de dezembro de 2010 | 13h42

Hoje, o presidente-executivo da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), Paulo Pedrosa, criticou, por meio de nota, a prorrogação do encargo, afirmando que "o governo perdeu uma oportunidade muito importante de reverter parte da explosão dos custos da energia para os consumidores".

Mas o ministro discorda. Ele lembrou que a RGR foi prorrogada a primeira vez em 2002 e que uma nova avaliação dos Ministérios de Minas e Energia e da Fazenda apontou a necessidade de prorrogação. "A RGR possibilitou levar energia elétrica para todos os brasileiros, dentro do programa Luz para Todos, que recebeu muitos recursos da reserva. Toda a rede elétrica foi recuperada com base na RGR", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.