Ministro do Trabalho afirma que governo não intervirá em greves

Ao comentar as greves que estão se registrando no País, especialmente a dos bancários, que estaria se ampliando, o ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, afirmou que o governo não pretende interferir nos movimentos, porque confia que serão encontradas soluções negociadas entre as partes. Segundo o ministro do Trabalho, há um acompanhamento e uma supervisão do governo para impedir que a população seja prejudicada. Berzoini fez a ressalva de que, até o momento, não há registro de que a população tenha sofrido prejuízos com as greves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.