Ministro do Trabalho sinalizou possibilidade de oferecer R$ 250 mi do FAT ao FIES

O dinheiro seria usado para oferecer 20 mil vagas adicionais, informou Mendonça Filho, ministro da Educação

Idiana Tomazelli e Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

06 Julho 2017 | 14h23

BRASÍLIA - O Ministério do Trabalho sinalizou com a possibilidade de oferecer R$ 250 milhões, ao ano, do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para oferecer 20 mil vagas adicionais em universidades privadas por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), disse nesta quinta-feira, 6, o ministro da Educação, Mendonça Filho. A questão vem sendo tratada com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

++ Novo Fies começa em 2018 com 100 mil vagas a juro zero

Mendonça Filho, no entanto, não explicou como será a execução desse projeto quando questionado sobre o fato de o FAT hoje já ser deficitário, devido aos elevados custos com abono salarial e seguro-desemprego. Diante desse rombo, o Tesouro Nacional já sinalizou inclusive que pode não cobrir mais esse déficit.

++ Governo estuda transferir R$ 30 bi de fundos para 'turbinar' o Fies

O ministro da Educação disse apenas que os recursos do FAT poderiam bancar o financiamento estudantil de trabalhadores e filhos de trabalhadores.

++ Mercado testa crédito estudantil que funciona como um investimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.