Ministro pede mais dinheiro para defesa agropecuária

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse hoje que os recursos do governo direcionados para defesa agropecuária, pesquisa e desenvolvimento tecnológico são insuficientes e que falhas nessa área comprometem a venda de produtos brasileiros no exterior. "O que o governo está investindo em defesa agropecuária é insuficiente", disse em palestra para empresários em São Paulo.De acordo com Rodrigues, se o Brasil não direcionar mais recursos para defesa agropecuária poderá enfrentar problemas em mercados importantes, já que as principais barreiras não-tarifárias estão ligadas à questão sanitária. O ministro fez um apelo ao setor privado para que invista nesta área, já que, segundo ele, o agronegócio será o maior beneficiário.Rodrigues reclamou dos embargos à carne brasileira por causa do foco de aftosa surgido no Pará, que exporta carne, mas admitiu que o caso prejudica a imagem da carne brasileira. "O foco surgiu no Pará, que não é livre para exportação de carne. Mas as demais regiões do País são livres de aftosa, com ou sem vacinação. Então, não deveríamos ter problemas para exportação", disse. Ele informou que os planos do Brasil de vender carne in natura ao mercado norte-americano ficarão para depois das eleições norte-americanas, marcadas para outubro. "Prefiro não falar em datas", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.