Ministro teme avanço de empresas concorrentes

A greve dos funcionários dos Correios já preocupa o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, devido à possibilidade de avanço das empresas concorrentes sobre os serviços que a estatal não detém o monopólio, como entrega de encomendas e mala direta. "A concorrência está querendo tomar espaço", disse Paulo Bernardo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.