Ministro tenta consenso entre os emergentes

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, passou a sexta-feira empenhado em construir um consenso entre os países emergentes para chegar com uma posição fortalecida à reunião de hoje, quando participam também os países desenvolvidos. Assim, avalia, será mais fácil arrancar das economias ricas um espaço maior nas decisões sobre a economia mundial. Mantega teve conversas com os ministros de finanças de África do Sul, México, Índia e China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.