Ministros aprovam combate ao financiamento do terrorismo

Os ministros das Finanças das Américas aprovaram um plano de ação para combater o financiamento ao terrorismo, mas não discutiram em detalhes os riscos mais iminentes às economias da região colocados pela ameaça de recessão nos EUA, o colapso da Argentina e a intensa pressão que o mercado faz no momento contra a economia brasileira. Perguntado sobre a volatilidade no Brasil, o secretário do Tesouro dos EUA, Paul O´Neill, que presidiu o encontro, informou que as questões de conjuntura não foram discutidas durante a reunião de três horas, realizada na manhã de hoje. O ministro da Fazenda do Brasil, Pedro Malan, fez uma apresentação sobre os ganhos de produtividade obtidos em anos recente pela economia brasileira, principalmente no setor agrícola. Segundo O´Neill, os ministros reiteraram o apoio de seus países à conclusão das negociações para a criação da Área de Livre Comércio das Américas em janeiro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.