Ministros da UE chegam a acordo para Orçamento de 2014

A União Europeia chegou nesta terça-feira a um acordo para o Orçamento de 2014 após difíceis negociações entre ministros da pasta durante a madrugada. Pelo acerto, recursos adicionais serão destinados para a questão da migração e controles nas fronteiras.

Agencia Estado

12 de novembro de 2013 | 12h42

"Concordamos em reforçar o financiamento para migração, para a Frontex (agência da UE que administra a cooperação operacional nas fronteiras externas, para o Gabinete Europeu de Apoio em matéria de Asilo, e para a Europol (serviço europeu de polícia)", comentou Algimantas Rimkunas, vice-ministro de Finanças da Lituânia. O país ocupa atualmente a presidência rotativa da UE, renovada a cada seis meses.

Pelo acordo, fechado após meses de negociações entre a comissão, parlamento e conselho europeus, o Orçamento vai incluir 135,5 bilhões de euros (US$ 181,19 bilhões) em pagamentos e 142,6 bilhões em compromissos. De modo geral, os gastos serão 9,4% menores, segundo o conselho.

O Orçamento também prevê 785 milhões de euros em ajuda humanitária, inclusiva para vítimas da guerra civil da Síria e refugiados na ilha italiana de Lampedusa. De qualquer forma, o valor é bem menor do que o bloco destina para subsídios agrícolas.

O Conselho Europeu deverá aprovar o Orçamento de 2014 no próximo dia 14 e o Parlamento Europeu, no dia 20. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UEorçamentoacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.