Ministros da UE esboçam plano para lidar com bancos fracos-fonte

Os bancos dos países recebendo recursos da zona do euro contribuem com 38 por cento da falta de capital das instituições da região, disse o diretor da Autoridade Bancária Europia em reunião com ministros das Finanças neste sábado, segundo uma fonte informou à Reuters.

REUTERS

22 de outubro de 2011 | 16h33

"O rombo seria de 100 bilhões a 110 bilhões de euros", disse a fonte, informando os comentários de Andrea Enria aos ministros.

"Trinta e oito por cento do rombo estão em países recebendo programas (de ajuda)", acrescentou ele, referindo-se a Grécia, Irlanda e Portugal.

Segundo a fonte, uma proposta que os ministros apresentarão aos líderes europeus antes da cúpula de domingo diz que "os bancos devem ser alvo de restrições de bônus e dividendes, até que a meta seja atingida".

(Por John O'Donnell)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROUEESBOCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.