John Thys / AFP
John Thys / AFP

Ministros de Finanças e Economia da UE recomendam Lagarde para o BCE

Diretora geral do FMI, francesa deve substituir o italiano Mario Draghi, que deixa o cargo em outubro; missão será reviver a zona do euro 

Gabriel Bueno da Costa, O Estado de S. Paulo

09 de julho de 2019 | 09h01

O grupo de ministros das Finanças e da Economia da União Europeia, conhecido como Ecofin, adotou nesta terça-feira uma recomendação formal para indicar Christine Lagarde como candidata para o comando do Banco Central Europeu (BCE). 

Agora, o conselho do BCE será consultado e em seguida o Parlamento Europeu deve votar a indicação.

Caso seja avalizada, Lagarde deve ter sua nomeação confirmada em outubro pelo Conselho Europeu para o lugar atualmente ocupado por Mario Draghi. O italiano deixa o cargo no fim de outubro.

Lagarde, que já foi a primeira mulher ministra das Finanças da França, e comandava até recentemente o Fundo Monetário Internacional (FMI), é uma forte defensora do empoderamento feminino, embora ela não tenha experiência direta ou ativa em política monetária. 

A maior tarefa para Lagarde, que havia negado anteriormente qualquer interesse em um cargo na UE, será reviver a economia da zona do euro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.