bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Ministros discutem revisão do cronograma de estudos de gasoduto internacional

O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, se reúne nesta terça-feira, em Caracas, com os ministros da área energética da Venezuela, Argentina e Bolívia para analisar a proposta de técnicos dos quatro países para rever o cronograma dos estudos do projeto do gasoduto de integração que ligará Venezuela, Brasil e Argentina - um mega projeto avaliado em US$ 20 bilhões.A mudança no cronograma deverá acontecer por conta da entrada da Bolívia no projeto. Como os bolivianos precisam se inteirar melhor sobre o projeto, os técnicos dos quatro países, que estão reunidos em Caracas desde domingo, avaliaram que seria preciso alongar os prazos inicialmente previstos.Segundo a assessoria de imprensa do Ministério de Minas e Energia, esse novo cronograma deverá ser divulgado ainda nesta terça-feira, após ser aprovado pelos ministros. Pelo cronograma original, em agosto o estudo técnico inicial sobre o gasoduto seria apresentado aos presidentes dos quatro países.A reunião ministerial de hoje sobre o gasoduto é a primeira a contar com a participação do ministro boliviano de hidrocarbonetos da Bolívia, Andrés Soliz Rada. A Bolívia e a Venezuela entrariam no projeto como fornecedoras de gás natural, enquanto Brasil e Argentina são os principais mercados consumidores da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.