Ministros do G7 discutem ações conjuntas para conter crise

Em Washington, Grã-Bretanha defenderá injeção de fundos para resgatar setor bancário.

Da BBC Brasil, BBC

10 de outubro de 2008 | 13h42

Ministros das Finanças do G7 (grupo dos sete países mais ricos mundo) se reúnem nesta sexta-feira em Washington para discutir soluções coordenadas para combater a crise financeira mundial.A reunião, presidida pelo secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, antecede os encontros do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial que serão realizados neste fim de semana.A sugestão da Grã-Bretanha de que mais países devem anunciar garantias de empréstimos para encorajar que bancos continuem emprestando entre si deverá ser avaliadas pelo grupo de ministros.Em entrevista à BBC, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, disse que está tentando convencer outros líderes a seguir o exemplo da Grã-Bretanha e introduzir um plano de resgate bancário."Estou tentando persuadir outros países a fazer a exatamente o que fizemos para que tenhamos todo o sistema funcionando novamente", afirmou Brown."Há grande especulação de que o encontro do G7 possa levar à adoção de um próximo passo, relativo à garantia de empréstimos interbancários."JapãoO ministro das Finanças do Japão, Shoichi Nakagawa, afirmou que os líderes do G7 devem pensar "além de seus países e considerar como ajudar os menores"."O impacto da crise do crédito está se alastrando pelo mundo", acrescentou Nakagawa.O ministro japonês disse ainda que, para minimizar uma reação em cadeia, o Japão está disposto a se tornar o primeiro a oferecer fundos para dar apoio aos países mais pobres.Segundo relatos de bastidores, o Japão deverá sugerir na reunião do G7 o uso de reservas cambiais de países asiáticos e do Oriente Médio para financiar operações de resgate do FMI.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.