Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ministros reunidos em Davos apoiam conclusão de Rodada Doha da OMC

Ministros de relações exteriores e comércio de algumas das maiores economias mundiais se mostraram dispostos a concluir a Rodada Doha de negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC), de acordo com ministro suíço para Assuntos Econômicos, Johann Schneider-Ammann.

AE, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2015 | 19h53

Em evento paralelo ao Fórum Econômico Mundial em Davos, 21 membros da OMC, entre eles Brasil, China, União Europeia, Japão, Rússia e Estados Unidos, deram seu apoio aos esforços para concluir a rodada de negociações, disse Schneider-Ammann.

O ministro suíço, que presidiu a reunião, disse que os participantes demonstraram otimismo quanto a um possível acordo, principalmente em áreas não resolvidas da agricultura, de produtos industriais e de serviços.

"Os ministros demonstraram disposição em se reunir de maneira aberta, franca e construtiva", disse Schneider-Ammann. "Este foi o comprometimento mais evidente que eu já vi." Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
DavosOMCDoha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.