Ministros vêem vantagens no aumento das importações

Após reunião de empresários com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, hoje no Palácio do Planalto, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, disse que a queda do saldo da balança comercial registrada nas últimas semanas não é um indicador ruim. "É um movimento importante, porque o saldo comercial se reduz por causa do aumento da importação de máquinas e equipamentos. São produtos que aumentam a eficiência e a produtividade das empresas brasileiras."O ministro da Fazenda, Guido Mantega, que também participou da reunião, observou que o crescimento das importações atende, em parte, ao crescimento do varejo, que tem sido da ordem de 10%. "Talvez a importação até ajude pouco o câmbio", disse Mantega. Na avaliação dele, o saldo comercial iniciou o ano muito elevado, e é normal que haja agora uma redução.

LU AIKO OTTA, Agencia Estado

24 de outubro de 2007 | 15h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.