finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Minoritários da OGX tentam eleger conselheiro hoje

Ontem, às vésperas da assembleia geral extraordinária (AGE) de acionistas da OGX, petroleira do Grupo EBX, de Eike Batista, a articulação dos minoritários seguia a todo vapor. A assembleia, marcada para hoje, às 15h, no Rio, foi convocada para eleger novos membros do conselho de administração da companhia. A meta de Willian Magalhães, à frente de um grupo de acionistas de São Paulo, é conseguir uma vaga para os minoritários. "Há uma adesão por parte dos minoritários. Conto com o apoio dos fundos que estarão presentes na assembleia", disse Magalhães, ao dizer que espera apoio, sobretudo, dos representantes de investidores estrangeiros.

VINICIUS NEDER / RIO , O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2013 | 02h14

Magalhães, que é de Taubaté (SP), se apresentará como candidato representante dos minoritários no conselho de administração, assim que os trabalhos da assembleia forem abertos. Além da vaga no conselho, o acionista pretende aprovar a criação do conselho fiscal da OGX.

Na última segunda-feira, a petroleira reapresentou a proposta da administração da empresa para a AGE, incluindo o nome de Leonardo Brunet Mendes entre os candidatos ao conselho de administração como membro independente. A diretoria já havia apresentado os nomes de Julio Alfredo Klein Junior, também como conselheiro independente, e o de Luiz Eduardo Guimarães Carneiro, presidente da OGX.

Para o nome de Magalhães ser incluído entre os candidatos, ele precisa do apoio dos demais minoritários. Ele disse que tem mantido contato com outros acionistas, mas não quis revelar quantas procurações já reuniu ou com quantos apoios já conta. Para organizar os minoritários, Magalhães criou uma conta no Twitter, com o nome de "Minoritários OGX", que até ontem contava com cerca de 1,4 mil seguidores.

Num movimento paralelo, o escritório Bornholdt Advogados, de Santa Catarina, trabalha numa ação judicial contra a OGX. que já reúne cerca de 80 representantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.