Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Minoritários do Banco do Brasil analisam liberação da venda de ações

O advogado da União Nacional dos Acionistas Minoritários do Banco do Brasil (Unamibb) Luiz Vicente Vargas Pinto afirmou hoje que a entidade ainda não sabe se vai recorrer da decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região. O TRF cassou hoje a liminar que suspendia a oferta das ações do BB, concedida há duas semanas aos acionistas minoritários do banco. Vargas Pinto informou que ainda não leu na íntegra o despacho da juíza Maria do Carmo. "Se não couber recurso cabe reconsideração", disse.Para o advogado, a vitória do Banco do Brasil neste caso foi "uma vitória de Pirro", fazendo referência ao rei grego que invadiu a Itália e venceu os exércitos de Roma, mas a grande custo. Ele disse que o prazo da oferta das ações do BB encerra-se na próxima sexta-feira, sendo que a oferta foi suspensa na terça-feira passada, devido à liminar. No entanto, o BNDES, que coordena o processo, já informou que os prazos foram prorrogados.A liminar à Unamibb foi concedida pela 14ª Vara da Justiça Federal em Brasília, pelo fato da entidade alegar que as ações não poderiam ser vendidas, pois estariam em litígio desde 1998, quando ocorreu o aumento de capital do Banco do Brasil. Naquela época, a entidade entrou com ação civil pública contra o banco, alegando que os minoritários tiveram a participação reduzida no capital do banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.