Missão brasileira chega ao FMI sem dar entrevista

Um clima tenso marcou nesta tarde a chegada dos integrantes da missão brasileira à sede do Fundo Monetário Internacional na capital dos EUA. "Vocês têm que se acostumar que nós não vamos falar nada com vocês", afirmou de forma enérgica aos repórteres de plantão no FMI o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Comércio Exterior, Marcos Caramuru.Ele estava acompanhando o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Amaury Bier, chefe da missão. No grupo, ainda estava o diretor de Política Econômica do Banco Central, Ilan Goldfajn, que já havia chegado pela manhã à sede do Fundo. "Não vou falar nada", repetiu Bier, quando indagado sobre se o Brasil estava para negociar um novo acordo ou uma extensão do atual com o FMI, além dos prazos das negociações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.