Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Missão do FMI aprova revisão do acordo com o Brasil

O chefe da missão do FMI, Jorge Marquez-Ruarte, informou no início da noite, ao deixar o prédio do Ministério da Fazenda, que foi concluído trabalho dos técnicos de coleta de dados para a elaboração do relatório so bre a revisão do acordo entre o governo brasileiro e a instituição. Ruarte afirmou que a missão irá recomendar à direção do Fundo a aprovação da revisão do acordo. A direção irá se reunir na seguinda quinzena de dezembro."Terminado as discussões com as autoridades brasileiras, quero fazer uma declaração. Nós vamos recomendar ao Fundo Monetário Internacional que aprove a avaliação do programa. A diretoria se reúne na segunda metade de dezembro para a aprovação", disse.O chefe da missão do Fundo foi cauteloso ao falar sobre a possibilidade de alteração de metas na revisão do acordo. "Prefiro que vocês esperem que a carta de intenções seja publicada", afirmou. Segundo ele, a carta será publicada quando a missão que está no Brasil enviar o informe para a diretoria do Fundo.Ele disse que "não há números especialmente problemáticos" e que "a avaliação foi muito boa". Ele informou também que tão logo a diretoria do Fundo aprove a revisão do acordo será liberada para o Brasil a próxima parcela do empréstimo de US$ 30 bilhões.Sobre o risco de a elevação das taxas de juros afetar o crescimento da economia, Ruarte disse que "o Banco Central elevou a taxa justamente para evitar que haja inflação". Ele considerou "altamente positivo" a alta dos juros.

Agencia Estado,

21 de novembro de 2002 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.