Missão técnica vai à Rússia negociar carne suína

Uma missão técnica do Ministério da Agricultura estará na próxima segunda-feira, dia 4 de julho, na Rússia para negociar a retomada da venda de carne suína brasileira para aquele país. A informação foi dada hoje pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi. Segundo ele, será apresentada uma listagem com 140 plantas aptas a exportar, ou seja, que atendem aos requisitos impostos pelo mercado russo.

AYR ALISKI, Agencia Estado

29 de junho de 2011 | 13h35

Hoje à tarde, às 15h30, Rossi terá uma reunião com a delegação que viajará à Rússia para dar as diretrizes das negociações. "Não quero opiniões. Quero que façam o dever de casa e cumpram o que os russos pediram. É só isso que quero. Não quero discurso de técnico explicando por que não fez o que tinha de ser feito", afirmou o ministro.

Rossi disse que não adianta ficar reclamando do cliente, mas que é preciso atender ao que os compradores exigem, por isso destacou que já negociou com a presidente Dilma Rousseff a liberação de recursos para um plano de atualização de laboratórios de exames da qualidade da carne exportada. O programa deverá exigir cerca de R$ 50 milhões para igualar os laboratórios brasileiros aos de padrão internacional. Enquanto isso não ocorrer, caso necessário, o Brasil acessará a rede internacional de laboratórios. "O Brasil tem protagonismo tão forte que não pode se permitir a não disponibilizar os recursos necessários para atender os nossos clientes", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
carnesmissãoRússiaAgricultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.