Mitsubishi Motors e Hyundai encerram aliança com Chrysler

Montadoras planejavam usar fábrica nos EUA para desenvolver motores mais avançados e mais eficientes

Danielle Chaves, da Agência Estado,

10 de setembro de 2009 | 14h58

A norte-americana Chrysler Group informou que a Mitsubishi Motors e a Hyundai Motor abandonaram uma aliança para fabricação de motores, acabando com uma das poucas parcerias da montadora restantes. Segundo a Chrysler, a Mitsubishi e a Hyundai venderam suas participações na fábrica Global Engine Manufacturing Alliance, com efeito desde 31 de agosto. Detalhes financeiros não foram revelados.

 

As três montadoras planejavam usar a fábrica, localizada em Dundee, Michigan (EUA), para desenvolver rapidamente motores mais avançados e mais eficientes no consumo de combustível para seus veículos. A produção na unidade começou em outubro de 2005, mas ela nunca atingiu a capacidade total. Max Gates, porta-voz da Chrysler, afirmou que a fábrica continuará fornecendo motores de quatro cilindros para a companhia.

 

Quase todas as parcerias que os executivos da Chrysler - que uniu a maior parte dos seus ativos à montadora italiana Fiat em junho - haviam feito na tentativa de manter a companhia competitiva têm sido encerradas. No mês passado, a Chrysler e a Nissan Motor encerraram a joint venture que pretendia desenvolver veículos para as duas companhias em um esforço para acelerar a produção. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MitsubishiHyundaiChrysler

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.