Mitsubishi UFJ compra 21% do Morgan Stanley

O Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG) informou nesta segunda-feira que comprou uma participação do Morgan Stanley, em termos mais favoráveis, depois que o governo dos Estados Unidos foi citado como oferecendo apoio ao investimento do banco japonês. O Mitsubishi UFJ, maior banco do Japão, comprou uma participação de 21 por cento no Morgan Stanley por 9 bilhões de dólares em dinheiro, e reviu os termos do acordo de 29 de setembro para que toda a participação seja na forma de ações preferenciais. Anteriormente, 3 bilhões de dólares da participação seria na forma de ações ordinárias compradas a 31,25 dólares por ação, mas a Mitsubishi pressionou para uma revisão dos termos depois que a ação do Morgan despencou 58 por cento na semana passada e erodiu o valor total de mercado da instituição para apenas 10,3 bilhões de dólares. Na negociação do pregão eletrônico nesta segunda-feira, as ações do Morgan disparavam mais de 28 por cento, para 12,42 dólares. Cerca de 7,8 bilhões de dólares do investimento do Mitsubishi é na forma de ações preferenciais perpétuas não cumulativas, com preço de conversão de 25,25 dólares por ação ordinária. O 1,2 bilhão de dólares restantes são em ações preferenciais perpétuas não cumulativas e que não são conversíveis. O Mitsubishi informou que retém o direito de manter uma participação de 20 por cento no Morgan Stanley e, desde que sua fatia na instituição norte-americana fique acima de 10 por cento, também a um assento no conselho de diretores do Morgan Stanley. Depois de dois dias de negociações tensas, autoridades do Tesouro dos Estados Unidos exigiram que o banco japonês. que estava hesitante, executasse seu investimento, noticiou o New York Times em seu site, citando pessoas próximas às negociações. (Reportagem adicional de Jui Chakravorty Das e Paristosh Bansal)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.