Mittal acha desnecessária oferta sobre Acesita e Arcelor Brasil

O gigante siderúrgico anglo-indiano Mittal Steel indicou nesta segunda-feira, em um comunicado à Comissão Nacional espanhola da Bolsa de Valores, que a tomada de controle da Arcelor não exigirá necessariamente o lançamento de uma oferta de aquisição pública sobre as filiais brasileiras do grupo europeu, Acesita e Arcelor Brasil.No documento da oferta de aquisição pública formulado pela Mittal Steel sobre a Arcelor e nos informes distribuídos posteriormente, a companhia anglo-indiana assinalava que, em caso de êxito, seria necessário apresentar uma oferta sobre as participações minoritárias das duas filiais brasileiras.No entanto, após analisar a melhora da oferta de aquisição pública anunciada em 25 de junho e o protocolo de intenções firmado pela Arcelor e a Mittal Steel, esta chegou à conclusão de que não estaria obrigada a fazê-lo.A Mittal Steel afirma, porém, que não pode garantir que seu ponto de vista seja aplicado com segurança. Em 5 de julho, a Arcelor e a Mittal Steel emitiram uma declaração pública no mesmo sentido.A Arcelor Brasil e a Acesita são duas sociedades brasileiras cujas ações são negociadas na Bolsa de São Paulo.O grupo europeu - surgido em 2002 após a fusão da luxemburguesa Arbed com a francesa Usinor e a espanhola Aceralia - controla 66% das ações com direito a voto da Arcelor Brasil e 91% dos títulos com direito a voto da Acesita, embora neste último caso sua participação acionária seja de apenas 56%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.