carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

MME acredita que Bolívia cumprirá contrato de gás

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse hoje acreditar que a Bolívia continuará cumprindo o contrato que prevê o fornecimento de 30 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia para o Brasil. Ele disse que, em reunião nesta semana com representantes do governo boliviano, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, solicitou que a Bolívia continue cumprindo o contrato.A intenção do governo boliviano é reduzir o volume de gás enviado ao Brasil e transferir parte para a Argentina. "Estes valores estão sendo atendidos pela Bolívia integralmente e o Brasil pretende continuar até porque temos necessidade de receber 30 milhões de metros cúbicos para atender o nosso consumo de gás", disse Zimmermann. Hoje foi anunciado que as termelétricas, que também utilizam gás boliviano, serão mantidas em operação.Zimmermann reforçou que o volume de transferência do gás boliviano ao Brasil está definido claramente em contrato. "A prioridade da produção da Bolívia é atender o consumo interno, depois o contrato com o Brasil e depois a Argentina", afirmou. Ele acrescentou que o Brasil nunca teve problema de recebimento de gás natural. "A Bolívia tem cumprido ao longo dos anos esse contrato e a nossa expectativa é de que continue cumprindo", afirmou.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

15 de fevereiro de 2008 | 13h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.