MMX anuncia mudança na presidência

A mineradora MMX anunciou ontem a troca no seu comando. O atual diretor de relações com investidores, Guilherme Escalhão, será o novo presidente da empresa, no lugar de Roger Downey, que renunciou, segundo comunicado da companhia, "por motivos pessoais". A empresa faz parte do grupo EBX, do empresário Eike Batista.

O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2011 | 03h07

Escalhão é administrador de empresas, formado pela FGV-RJ, tem mais de 25 anos de experiência no setor de mineração e estava na MMX desde janeiro. Antes de trabalhar na empresa, foi da diretoria da Vale e do grupo Caemi, dono da MBR, Cadam e MSL Minerais.

Em sua primeira teleconferência como presidente da MMX, Escalhão afirmou que a empresa está perto de fechar um acordo com a ferrovia MRS, cujos trilhos desembocam no Porto Sudeste, empreendimento que a empresa comprou da LLX, também do grupo EBX. A parceria deve permitir o aumento de volumes de minério transportados.

"Estamos avançando em diversas áreas. As negociações com a MRS estão progredindo bem e perto de atingir um acordo final", afirmou Escalhão. A meta da MMX é atingir uma produção de 24 milhões de toneladas de minério de ferro em 2015. O executivo afirmou também que a empresa caminha para a expansão do porto, que contará com uma capacidade de 100 milhões de toneladas./ FERNANDA GUIMARÃES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.