Moda: criatividade nos brechós

Comprar roupas em brechós também pode ser um bom negócio para quer deseja economizar, já que os produtos são bem mais baratos do que os encontrados em lojas comuns. Populares na Europa e Estados Unidos, estas lojas estão conquistando seu mercado no Brasil, apesar dos preconceitos que ainda existem, como a idéia de que roupas de brechó são malcheirosas e danificadas por traças. As mercadorias vendidas ou trocadas nestes lugares são usadas e podem apresentar pequenos defeitos, mas para passarem pela seleção dos funcionários dos grandes brechós elas devem ter grife, qualidade e estado de semi-novas.Um dos problemas que essa opção oferece é o chamado "vício oculto", ou seja, os problemas imperceptíveis ao consumidor no momento da compra. Isso pode fazer o barato sair caro. Segundo a assistente de direção do Procon-SP Lúcia Helena Magalhães, além de observar com atenção o estado do produto é preciso exigir nota fiscal contendo todos os detalhes do que se vai comprar, inclusive os defeitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.