Modermaq financia máquinas para o setor de construção

O Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) divulgou nota hoje para informar que o Programa e Modernização do Parque Industrial Nacional (Modermaq) pode ser utilizado por todos os segmentos da construção, pesada, industrial, comercial e imobiliária, e ainda para o aluguel de equipamentos.De acordo com o sindicato, o chefe do Departamento de Operações Indiretas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Yoiti Abe, todas as construtoras, mesmo as do ramo imobiliário, poderão financiar máquinas e equipamentos, desde que destinadas ao seu ativo imobilizado.ExceçõesSegundo ele, nessa categoria de equipamentos estão incluídas as gruas, guindastes e outras máquinas para construtoras que operam em todos os segmentos. O programa, entretanto, não é válido para a aquisição de equipamentos como bombas de água, escadas rolantes e elevadores, que serão incorporados a um edifício que será comercializado.Por essa razão, explica a nota, a recente resolução da Diretoria do BNDES, que estendeu o Modermaq para a construção civil, excluiu os investimentos destinados a empreendimentos imobiliários, entre os quais prédios residenciais, imóveis de uso compartilhado (time-sharing), hotéis-residência e loteamentos.De acordo com o sindicato, as condições do programa são atrativas. Se o interessado desejar comprar equipamentos para modernizar sua construtora ou indústria, poderá pleitear o financiamento. Aprovado, receberá um empréstimo de até 90% do valor das máquinas, pago com juros de até 14,95% ao ano, já incluída a remuneração do agente financeiro. O prazo para pagamento é de até 60 meses, com carência de três a seis meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.