Mofarrej troca bandeira Meliá por Tivoli, de Portugal

Depois de apenas quatro anos sob a bandeira espanhola Meliá - o contrato inicial previa 20 -, o tradicional hotel da família Mofarrej, em São Paulo, passará a ser administrado pelo Grupo Espírito Santo, dono da marca Tivoli. O empreendimento, construído no fim dos anos 80 e hoje considerado antiquado para os padrões mundiais da hotelaria de luxo, passará por uma reforma de R$ 15 milhões.O hotel fechará em julho e só será reaberto em 2009. "Para nós, é uma possibilidade fantástica, pois o mercado de São Paulo é o mais importante do Brasil?, diz o diretor-geral da rede Tivoli Brasil, Bernard Mercier. O executivo promete entregar o prédio rejuvenescido, com modificações na fachada e um restaurante de grife paulistana. Pelo acordo, os portugueses vão pagar aluguel à família Mofarrej e administrar o hotel "com mais liberdade?. Segundo a assessoria de imprensa do Meliá, nenhum executivo da rede iria se pronunciar sobre o assunto.Esse é o segundo investimento da Tivoli no Brasil. O primeiro foi a compra, em agosto de 2006, do Praia do Forte Eco Resort, na Bahia. O grupo, que hoje administra uma cadeia de 11 hotéis de luxo em Portugal, planeja ter no mínimo seis hotéis no Brasil nos próximos quatro anos. O próximo da lista deve ficar em Alagoas ou Pernambuco, Estados onde o grupo negocia a compra de terrenos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.