Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Monsanto compra brasileira Agroeste por US$100 mi

A Monsanto anunciou nesta terça-feiraque adquiriu integralmente a empresa brasileira AgroesteSementes por um valor um pouco superior a 100 milhões dedólares. A Agroeste atua principalmente na produção de sementes demilho, utilizadas em várias regiões de cultivo no Brasil, e onegócio inclui o repasse para a Monsanto das marcas operadaspela empresa no país. "A Agroeste será um complemento importante para as nossasoperações no Brasil", disse Brett Begemann, vice-presidentepara vendas globais da Monsanto, em comunicado. "A aquisição vai permitir a oferta de novas variedades desementes de alta produtividade por meio de várias marcas e vaiincrementar nossa plataforma genética para a introdução denovas tecnologias no longo prazo", acrescentou Begemann. Segundo o comunicado, as sementes da Agroeste sãoutilizadas atualmente em 10 por cento da área de cultivo demilho no Brasil, enquanto as marcas dominadas pela Monsanto nopaís (Dekalb e Agroceres) chegam a 30 por cento da área. A Monsanto está elevando seus investimentos no Brasilacompanhando um comportamento mais tolerante dos órgãosreguladores do país sobre organismos geneticamente modificados(OGMs).No mês passado, a empresa informou que vai investir 28 milhõesde dólares no projeto de uma variedade de soja transgênica noBrasil que seja resistente à lagarta, praga comum que atacalavouras no país. No mês passado, a CTNBio (Comissão Técnica Nacional deBiossegurança) aprovou para uso comercial uma semente de milhotransgênica da Monsanto, a MON 810, resistente à broca. Adecisão ainda precisa ser referendada pelo CNBS (ConselhoNacional de Biossegurança), instância final de aprovação.

REUTERS

11 de setembro de 2007 | 10h58

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSMONSANTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.