Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Monsanto vai criar no Brasil soja resistente à lagarta

A Monsanto investirá 28 milhões dedólares no Brasil no prazo de cinco anos para o desenvolvimentode uma nova tecnologia para soja transgênica que combina aresistência a insetos com uma segunda geração de tolerância aherbicidas à base de glifosato, anunciou a empresa emcomunicado nesta quarta-feira. Segundo a Monsanto, a nova soja será resistente à lagartada oleaginosa (anticarsia gemmatalis), um inseto que atacapredominantemente as lavouras do Brasil e da Argentina e queexige gastos de 300 milhões de dólares ao ano no Brasil apenaspara o controle da praga. Os recursos da Monsanto serão aplicados em três novasestações de pesquisa, em Tocantins, Paraná e Rio Grande do Sul. Em comunicado, o presidente da Monsanto do Brasil, AlfonsoAlba, disse que "o avanço do processo regulatório e o respeitoao direito de propriedade intelectual no país levaram a empresaa aumentar seus investimentos no Brasil". A nova soja combinará a tecnologia Bt e a nova geração datecnologia "roundup ready", cuja primeira geração já existe e éusada em larga escala no país. A soja "roundup ready" éresistente ao herbicida glifosato. A tecnologia é a primeira a ser desenvolvida para mercadosexternos aos Estados Unidos. A lagarta da soja é uma das pragasmais recorrentes em países da América do Sul. "A lagarta da soja ataca exclusivamente as lavouras daAmérica do Sul e é a principal praga defolhadora dessa culturano Brasil", disse Alba.

ROBERTO SAMORA, REUTERS

05 de setembro de 2007 | 11h53

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSOJAMONSANTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.