AFP
AFP

Montadora apresenta skate voador inspirado em 'De Volta Para o Futuro'; assista

Em vídeo divulgado pela fabricante de carros de luxo Lexus, skatista profissional testa o 'hoverboard', fazendo manobras com o aparelho, que levita graças a um sistema similar ao de trens magnéticos

O Estado de S. Paulo

05 de agosto de 2015 | 18h53

O que os fãs do "De Volta Para o Futuro" sonhavam, foi realizado pela montadora Lexus. Após alguns teasers rodarem a internet, a fabricante de carros de luxo apresentou um vídeo que mostra o skatista profissional Ross McGouran testando o skate voador inspirado no hoverboard da trilogia, em um skate-parque em Cubello, Barcelona (veja abaixo).

Apesar da Lexus ter saciado a curiosidade dos aficcionados pelo skate do personagem Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox, o hoverboard da montadora não é muito parecido com o do "De Volta Para o Futuro" e ainda tem uma limitação – só funciona em um ambiente controlado.

Em um comunicado, a Toyota, dona da Lexus, afirmou que o skate-park foi construído com um sistema de ímãs que, em conjunto com os supercondutores resfriados com hidrogênio instalados no hoverboard, criam um campo magnético necessário para o deslocamento do skate sem tocar o chão.

O sistema do hoverboard funciona com uma tecnologia similar a dos trens de levitação magnética (chamados de maglev), que utilizam ímãs para evitar a fricção e ganhar velocidade. 

Parte de uma campanha publicitária da Lexus, o projeto do skate voador, que durou cerca de 18 meses, foi desenvolvido em parceria com uma equipe de cientistas do IFW Dresden e da Evico GmbHO, que são especializados na tecnologia de levitação magnética.

Histórico. Essa não é a primeira vez que um vídeo deste tipo aparece na internet, mas até agora nenhuma empresa conhecida havia apresentado um protótipo que funciona. Em março de 2014, a HUVr tech anunciou um protótipo do hoverboard que copiava o design do filme.

Em novembro, a empresa Hendo anunciou que havia construído um skate voador, mas a prancha, propulsionada por quatro motores magnéticos, só se elevava em superfícies condutoras, como nas rampas deslizantes de metal, com ajuda de campos magnéticos. Em 2012, a fabricante de brinquedos Mattel lançou uma cópia do hoverboard do "De Volta para o Futuro", mas o dispositivo não voava. / COM INFORMAÇÕES DA AFP

Tudo o que sabemos sobre:
tecnologiahoverboard

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.