Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Montadora pagará a vítimas mais de US$ 400 milhões

A General Motors disse ontem que deve pagar pelo menos US$ 400 milhões em compensação às vítimas de uma chave de ignição defeituosa associada a 13 mortes. A montadora incluiu a estimativa em seu balanço do segundo trimestre, que teve queda de 84% em relação a igual período de 2013 por causa dos imensos custos de recall e cobranças por medidas adicionais de segurança.

O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2014 | 02h02

Ontem, a companhia anunciou mais uma grande convocação envolvendo 717.950 veículos comercializados nos EUA. Os motivos estão divididos em seis ocorrências. A maior, relacionada a 414.333 unidades, alerta sobre um possível não aperto dos parafusos de regulagem de altura dos bancos. Os modelos envolvidos são Chevrolet Camaro, Chevy Equinox, GMC Terrain, Cadillac SRX e Buick Regal e Lacrosse, a maioria fabricado entre 2010 e 2012. Maior montadora dos EUA, a GM disse ter lucrado US$ 190 milhões no segundo trimestre. No mesmo período de 2013, o lucro foi de US$ 1,2 bilhão. A receita da empresa aumentou de US$ 39,1 bilhões para US$ 39,6 bilhões no mesmo período. / NYT e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.