portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Montadoras terão ajuda, mas precisam de mudanças, diz Obama

Presidente dos EUA diz que sabe que ajuda não é popular, mas que deve medir custo de colapso de companhias

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

26 de março de 2009 | 14h31

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que as montadoras norte-americanas devem receber auxílio do governo, mas acrescentou que os recursos exigirão como contrapartida "algumas mudanças drásticas" no setor.

 

Veja também:

linkPlano de demissão voluntária da GM nos EUA atrai 7,5 mil

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

"Nós ofereceremos alguma ajuda", disse Obama, durante uma sessão interativa de perguntas na Casa Branca. "Eu sei que não é popular auxiliar os funcionários ou as empresas do setor automotivo, mas meu trabalho é pesar qual o custo de permitir o colapso destas empresas em relação a nós descobrirmos se elas podem bolar um plano viável."

 

"Se elas não estiverem dispostas a realizar as mudanças, eu não estarei propenso a colocar dinheiro dos contribuintes num mau negócio, então muita coisa vai depender da disposição delas para fazer algumas mudanças drásticas", disse Obama.

 

O presidente norte-americano disse que divulgaria detalhes a respeito de seu posicionamento sobre as montadoras nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.