Montadoras vão investir US$ 11,2 bi no País até 2012

Os investimentos da indústria automotiva no País vão somar US$ 11,2 bilhões entre 2010 e 2012, segundo o novo presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini, da Fiat, que toma posse hoje à noite. Ele foi eleito para o triênio 2010-2013 em substituição a Jackson Schneider, executivo da Mercedes-Benz. De 2007 a 2009, foram investidos US$ 8,1 bilhões.

CHIARA QUINTÃO, Agencia Estado

30 de abril de 2010 | 15h30

A capacidade instalada atual é de produção de 4,3 milhões de veículos por ano. "Algumas montadoras vão investir mais em produtos, outras em capacidade", disse.

Belini defendeu que haja um "choque de competitividade". Para isso, é necessária a realização de pesquisas e atuação da indústria junto ao governo. Segundo ele, os caminhões cegonheiros que transportam os carros novos do Sudeste para o Norte e Nordeste do País vão cheias e voltam vazios. Seria interessante, na sua avaliação, o uso da navegação de cabotagem para transportar automóveis.

"Um novo cenário mundial está se desenvolvendo. Sobra capacidade nos mercados desenvolvidos, e os emergentes estão crescendo acima da média mundial", acrescentou. Ele afirmou ainda que os juros são necessários para manter a inflação sob controle e que, numa prestação, significam "menos que um pedaço de pizza".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.