finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Moody's: empresas latinas estão com suas dívidas em dia

A agência de classificação de risco Moody''s Investor Service divulgou seu primeiro estudo sobre desempenho de histórico de crédito de companhias latino-americanas. Segundo a agência, durante o primeiro semestre de 2007, nenhuma das empresas que tinha avaliação (rating) ficou inadimplente.A Moody''s explica que, desde 1990, "classificou os títulos ou empréstimos de 425 empresas financeiras e não financeiras da América Latina". Em meados de 2007, a Moodys tinha atribuído ratings a 160 emissores corporativos da América Latina nos setores financeiro, industrial e de infra-estrutura.Desde 1990, um total de 53 emissores classificados e outros 40 emissores não classificados da América Latina ficaram inadimplentes (default), afetando US$ 19,8 bilhões e US$ 7,9 bilhões de dívida, respectivamente. A Moody''s lembra, contudo, "que desde 1995 a América Latina testemunhou uma melhora progressiva e constante na qualidade de crédito, apesar de períodos de grave instabilidade regional, como a crise argentina de 2001". A maior parte dos não-pagamentos de dívidas ocorreu no período entre 1998 e 2003; desde então, apenas quatro inadimplências foram registrados entre emissores com ratings."A demanda crescente por ratings verificada na região da América Latina desde a década de 90 destaca o fortalecimento progressivo dos fundamentos financeiros e econômicos, assim como uma crescente sofisticação do setor financeiro mundial, permitindo uma rápida expansão dos mercados de crédito com grau especulativo", de acordo com Andrea Zazzarelli, diretor associado da Moody''s e autor do relatório "Default de Corporações da América Latina e Taxas de Recuperação".

AE, Agencia Estado

21 de novembro de 2007 | 13h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.