Moody's não comenta rebaixamento do Brasil pela S&P

Agência reafirmou que sua nota para o Brasil tem perspectiva estável

Altamiro Silva Júnior, correspondente, Agência Estado

25 de março de 2014 | 13h44

NOVA YORK - A agência de classificação de risco Moody's descartou comentar por agora o rebaixamento do rating soberano do Brasil, segundo sua assessoria de imprensa, anunciado na noite de segunda-feira, 24, pela Standard & Poor's. "A nota do Brasil é Baa2 com perspectiva estável", destacou a assessoria, afirmando que a agência não faria comentários ou outras declarações no momento a respeito.

A perspectiva "estável" indica que a tendência é de que o rating continue no mesmo nível e as probabilidades de rebaixamento ou elevação são semelhantes. O rating está na categoria "grau de investimento".

A agência também não informa para quando estaria prevista uma reavaliação da nota de risco do Brasil. Em setembro de 2013, a Moody's alterou a perspectiva do rating brasileiro de positiva para estável.

Tudo o que sabemos sobre:
S&PMoodysrating

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.