Moody's prevê forte alta da taxa global de inadimplência

A agência de classificação de risco de crédito Moody''s Investor Service afirma, em comunicado divulgado hoje, que a taxa global de inadimplência (default) para companhias com classificação de grau especulativo crescerá fortemente e atingirá 4,2% em novembro de 2008. Em igual mês de 2009, a taxa deve chegar a 4,7%."Nosso modelo de previsões incorpora a desaceleração da economia norte-americana em 2008, mas não recessão", afirmou o diretor de pesquisa de default corporativo, Kenneth Emmery. Ele acrescentou: "Se uma recessão se materializar, as taxas de default podem chegar ao patamar de dois dígitos".Por outro lado, em novembro deste ano, a taxa de inadimplência ficou em 1%, abaixo da taxa de 1,1% de outubro. Segundo a Moody''s, o nível atual é o menor desde dezembro de 1981, quando a taxa era de 0,7%. No início deste ano, a taxa estava em 1,7%.As reduzidas taxas atuais são um reflexo das boas condições de crédito dos últimos anos, que permitiram que a maioria dos emissores refinanciassem suas dívidas em termos mais favoráveis, explica a agência. A Moody''s afirma ainda que o recente forte crescimento econômico também criou o ambiente para que os emissores honrassem o serviço de suas dívidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.