finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Moody’s rebaixa rating da YPF após nacionalização pela Argentina

Agência considerou que a estatal não deveria ter uma nota mais elevada que a do governo 

Patrícia Braga, da Agência Estado,

17 de abril de 2012 | 19h25

BUENOS AIRES - A Moody's Investors Service rebaixou o rating de credito da YPF de Ba3 para B3 um dia após o governo da Argentina ter anunciado a nacionalização da empresa e a Fitch Ratings Service ter cortado o rating da companhia de B+ para B. A Moody's afirmou que o rating da empresa está agora sob revisão para novos rebaixamentos.

Considerando a nacionalização, a "Moody's acredita que a YPF não deveria ter um rating mais elevado do que o do governo e por isso igualou as duas notas".

A revisão dos ratings reflete as incertezas em torno de como o governo vai administrar a YPF, incluindo as incertezas relacionadas com o futuro das operações da empresa e seu perfil financeiro", afirmou a Moody's.

A Moody's disse que o rating da Repsol permanece estável em Baa2. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
YPFmoody'srating

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.