Moody's rebaixa rating do Japão para A1, de Aa3

A Moody''s rebaixou nesta segunda-feira o rating soberano do Japão em um grau, de Aa3 para A1. A perspectiva do rating é estável.

SERGIO CALDAS, Estadão Conteúdo

01 Dezembro 2014 | 08h23

Em comunicado, a agência de classificação de risco atribuiu a decisão a incertezas maiores sobre a capacidade do governo japonês de cumprir metas de redução do déficit fiscal, incertezas sobre a eficácia das políticas atuais para o aprimoramento do crescimento econômico, em meio a um ambiente de pressões deflacionárias, e riscos de os juros dos JGBs (como são conhecidos os bônus federais japoneses) subirem e de menor sustentabilidade da dívida no médio prazo.

Segundo a Moody''s, a nota A1 reflete fatores positivos de crédito do Japão, incluindo uma economia grande e diversificada, com uma forte posição externa, força institucional muito elevada e uma base doméstica de financiamento bastante sólida.

A perspectiva estável, por sua vez, está relacionada ao amplo equilíbrio entre riscos positivos, incluindo uma significativa consolidação fiscal e a retomada do crescimento econômico, e riscos negativos, que incluem a intensificação de pressões deflacionárias e a perda de força da economia.

O rebaixamento não afeta os tetos Aaa, em moedas estrangeira e local, dos ratings do Japão e de depósitos bancários, afirmou a Moody''s.

Mais conteúdo sobre:
JapãoMoodysratingrebaixamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.