Morales e Uribe batem boca na Cúpula do Mercosul

O presidente da Bolívia, Evo Morales, gerou um constrangedor bate-boca ao final da 32ª Reunião de Cúpula do Mercosul ao assinalar que a Colômbia não consegue resolver seus problemas econômicos, apesar das volumosas doações de recursos pelos Estados Unidos. Morales valeu-se, como contraponto, o crescimento das economias que apostaram nas receitas "antiimperialistas" e "antiliberais" - Cuba, Venezuela e Argentina. Irritado, o conservador Álvaro Uribe, presidente da Colômbia, ultrapassou os 13 minutos reservados a seu discurso para rebater os argumentos de seu colega. Por fim, Uribe arrematou: "se excedi no tempo, a culpa foi de Evo Morales". Essa farpa levou o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a tomar as dores de seu pupilo e a debater com o colombiano. "O comentário do presidente Evo Morales foi saudável. Só faço um comentário: acho que a sua reação foi superdimensionada, presidente Uribe", afirmou. "Superdimensionada, mas com respeito ou sem respeito?", rebateu Uribe. "Somente superdimensionada, podemos conversar em seguida, Uribe", insistiu Chávez. "Eu escutei os senhores com todo o respeito. Mas, quando a Colômbia foi mencionada, os senhores têm de reconhecer meu direito legítimo de esclarecer, como aconteceu nas tantas vezes que conversamos", completou o presidente da Colômbia.ÍndioDe acordo com Chávez, o mal-estar foi desfeito logo ao final do encontro de cúpula, em uma conversa entre os três. À imprensa, o líder da Venezuela tratou de explicar o impasse observado na sala de reunião e a defender que seu pupilo havia falado com o coração, e não com maldade. "Evo é índio. Evo é um homem puro. É um homem autêntico, um ser humano autêntico", afirmou."Uribe saiu mais cedo, mas antes de ir embora falou comigo e com Evo. Somos vizinhos, somos amigos. A convivência é boa. Somos seres humanos, e não máquinas. Também nos apaixonamos e defendemos cada um o seu ponto de vista", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.