coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Moratória de empresas privadas não preocupa BC e Fitch

O Banco Central (BC) não vê com preocupação o fato de algumas empresas privadas (BCP, Constram e TV Bandeirantes) não terem conseguido honrar compromissos externos vencidos recentemente. Na visão do BC, o problema é localizado e não corre o risco de se generalizar por outras áreas do setor produtivo privado, segundo informou a assessoria de imprensa da instituição.Para o diretor para América Latina da agência de classificação de risco Fitch, Roger Scher, o total das amortizações externas das corporações brasileiras até o final do ano é de cerca de US$ 26 bilhões. "Trata-se de um volume pesado, ainda mais diante do atual quadro internacional", afirmou. Scher salientou, no entanto, que o fato de algumas empresas brasileiras, não terem recentemente honrado as suas obrigações, sob o ponto de vista da dívida soberana do país, envia uma mensagem positiva ao mercado. "Isso mostra que o governo não está disposto a ajudar empresas em dificuldades", disse.

Agencia Estado,

29 de maio de 2002 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.