Morgan reduz participação do Brasil

O Morgan Stanley mudou nesta quinta-feira sua carteira teórica de ações, usada por muitos investidores como uma sinalizador para se posicionarem nos países emergentes.De acordo com analistas, a carteira, que tem um total de ativos de US$ 12 bilhões, estaria indicando a realocação de recursos dos países emergentes latino-americanos para os países da Ásia. A parte que cabe ao Brasil, dentro deste montante de recursos destinados a investimentos em países emergentes, é de US$ 200 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.