Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Morgan Stanley quer comprar parte do Citi em joint-venture

O Morgan Stanley está interessado em comprar neste ano toda a parte do Citigroup na joint-venture dos bancos em gestão de riquezas, um negócio que pode chegar a 10 bilhões de dólares, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

LAUREN TARA LACA, REUTERS

23 de março de 2012 | 15h20

Pelos termos da formação do Morgan Stanley Smith Barney, o Morgan Stanley tem a opção de comprar, a partir de 31 de maio, 14 por cento do negócio, para acrescentar aos 51 por cento que já possui. O banco tem a possibilidade de comprar a participação do sócio em duas ou três partes até maio de 2014.

Os dois lados dão sinais de que estão interessados em fazer, ainda em 2012, acordo sobre os 49 por cento do Citigroup, em vez de esperar dois anos, e já começaram a se mexer nos bastidores para uma melhor negociação.

O Citigroup avalia os 49 por cento no Morgan Stanley Smith Barney em 10,3 bilhões de dólares, enquanto o Morgan Stanley calcula 9,7 bilhões de dólares.

Representantes do Morgan Stanley e do Citigroup se negaram a comentar a possibilidade de uma venda antes do prazo previsto.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSMORGANCITI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.