Morgan Stanley vê recessão no Brasil

CENÁRIO SOMBRIO

O Estadao de S.Paulo

19 de novembro de 2008 | 00h00

O Brasil corre o risco de entrar em recessão no 1.º trimestre de 2009, disse ontem o economista-chefe do Morgan Stanley, Marcelo Carvalho. "O Brasil está mais sensível ao quadro internacional do que se pensava. O País deve crescer 2% em 2009 ou menos e o risco de recessão existe", disse à Agência Estado. Segundo ele, o Produto Interno Bruto brasileiro pode ficar negativo no 4.º trimestre deste ano e 1.º trimestre de 2009. Para Carvalho, está claro que a percepção de que os emergentes sofrerão bem menos também não existe e ninguém, muito menos o Brasil, ficará "imune".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.