Morre em Paris empresário de cosméticos Yves Rocher

Empreendedor promoveu 'cosmética vegetal' e lançou ideia de venda à distância; empresa fatura 2 bi de euros

Efe,

26 de dezembro de 2009 | 15h28

O empresário francês Yves Rocher, de 79 anos, promotor da fabricação de produtos cosméticos baseados no uso de plantas, morreu hoje em Paris, segundo informou a companhia que fundou em 1959.

Nascido em 1930, Rocher lançou há 50 anos a ideia de vender à distância produtos elaborados por sua empresa, com a intenção de oferecer "um acesso direto" aos cosméticos.

O empresário dizia se tratar de tornar mais acessíveis à população produtos cosméticos que até então eram considerados de uso elitista e que se baseavam no uso do que chamava de "cosmética vegetal".

A empresa fundada por Yves Rocher emprega atualmente cerca de 15 mil pessoas em 80 países e conta com 1.600 centros de beleza, segundo números da própria companhia, que conseguiu em 2008 um faturamento de perto de 2 bilhões de euros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.