Alex Ferreira/Câmara dos Deputados - 25/10/2017
Alex Ferreira/Câmara dos Deputados - 25/10/2017

Morre Jorge Fontes Hereda, ex-presidente da Caixa Econômica Federal, aos 64 anos

Falecimento foi informado pelo PT da Bahia, mas causa da morte não foi revelada; ele também atuou como secretário de Habitação no governo Lula

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2021 | 20h00

Jorge Fontes Hereda, arquiteto e ex-presidente da Caixa Econômica Federal, morreu nesta sexta-feira, 9, aos 64 anos. A informação foi repassada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) da Bahia.

A causa da morte do ex-presidente da Caixa não foi divulgada. Em nota, o PT-BA "destaca a competência e o compromisso de Hereda na prestação do serviço público". Ele atuou entre os anos de 2003 e 2005 como secretário de Habitação do Ministério das Cidades, no governo Lula. Ele também foi secretário estadual de Desenvolvimento Econômico no governo de Rui Costa, na Bahia.

Na Caixa, ele atuou como vice-presidente de 2005 a 2011, quando assumiu a presidência do banco. Ele deixou o posto quatro anos depois, em 2015.

Pelas redes sociais, o ex-presidente Lula lamentou a morte de Hereda, dizendo que ele "ajudou a construir um dos maiores programas habitacionais do mundo, o Minha Casa Minha Vida". Já a ex-presidente Dilma Rousseff disse que ele "fará muita falta ao País."

Rui Costa, também pelas redes sociais, apontou que Hereda "será lembrado por seu trato amigável e empático, além da grande inteligência". Nelson Barbosa, ex-ministro da Fazenda e Planejamento de Dilma e ex-secretário de Política Econômica de Lula, disse que o ex-presidente da Caixa foi "crucial na formulação e execução do programa Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e expansão de crédito pela Caixa." 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.