Sobloco/Divulgação
Sobloco/Divulgação

portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Morre Luiz Carlos Pereira de Almeida, fundador da Sobloco Construtora

Engenheiro tinha 94 anos e faleceu de insuficiência cardíaca; ele foi presidente da Federação Internacional Imobiliária e criou o mais importante prêmio internacional do setor

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2020 | 00h44

O fundador da Sobloco Construtora, Luiz Carlos Pereira de Almeida, morreu na manhã da última quarta-feira, 6, em sua residência, aos 94 anos, de insuficiência cardíaca.

Nascido em São Paulo e formado em Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da USP, ele fez da empresa uma referência em projetos de grande impacto urbano como a Riviera de São Lourenço, em Bertioga, o Parque Faber-Castell, em São Carlos, e o Espaço Cerâmica, em São Caetano do Sul

A construtora foi criada em 1958 e é uma das mais longevas no mercado imobiliário brasileiro, atuando na construção de edifícios comerciais, hotéis, instalações industriais, shopping centers, terminais rodoviários entre outras.

Seu filho Luiz Augusto está hoje à frente dos negócios, mas até início do ano passado Almeida ainda frequentava reuniões do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi), entidade da qual era conselheiro nato.

Almeida presidiu a Federação Internacional Imobiliária (Fiabci-Brasil) de 1995 a 1997 e de 2006 a 2010. Em 1991, como diretor de relações internacionais da entidade mundial foi o idealizador do Prix d’Execellence (Prêmio de Excelência), conhecido como o 'Oscar' do mercado imobiliário internacional.

No Brasil, o prêmio que consagra a excelência imobiliária nacional é chamado de Prêmio Master Imobiliário e é realizado anualmente em parceria com o Secovi e conta com a participação do jornal O Estado de S. Paulo. 

“Ele foi uma pessoa visionária”, afirma Basilio Jafet, presidente do Secovi. “Anteviu projetos como a Riviera de São Lourenço, o maior exemplo de empreendedorismo sustentável do País”. No local vivem hoje aproximadamente 30 mil famílias, calcula ele.

Almeida deixa a mulher Vera, com quem era casado havia mais de 60 anos, e seis filhos. O sepultamento ocorrerá nesta quinta-feira, 7, no Cemitério do Morumbi. Não haverá velório em decorrência da covid-19

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz Carlos Pereira de Almeida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.